A impressionante história do criador do WhatsApp e 2 lições para aprender

  • Compartilhe:
  • Publicado em
    Atualizado em
História do criador do app whatsapp

Hoje, o que todos sabem é que o whatsApp pertence ao Mark Zuckerberg, que também é dono do Facebook e do Instagram. Só que, o que muitas pessoas não sabem, é que o Mark não criou o whatsApp. O que ele fez foi comprar o aplicativo por bilhões de dólares. Então, se você ainda não conhece, veja a história do criador do whatsApp.

O nome do co-fundador deste app, que é utilizado em todo o mundo, é Jan Koum. Ele não teve uma vida fácil, e com toda a certeza, as pessoas que o conheciam, não faziam ideia do que ele conseguiria construir.

História do criador do whatsApp

A infância pobre na Ucrânia

Nascido em uma pequena aldeia na Ucrânia, no ano de 1976, Jan teve uma infância muito pobre. Sua casa não tinha água corrente. Além disso, na escola onde estudava, o banheiro ficava do lado de fora, onde as temperaturas eram extremamente frias.

A tentativa de uma vida melhor

Para fugir daquela realidade de escassez, parte da sua família emigrou para a Califórnia. Mas o pai de Jan ficou de ir depois para encontrá-los. Só que esse momento não chegou. Seu pai adoeceu na Ucrânia e não conseguiu chegar nos Estados Unidos. Em 1997 ele veio a óbito.

O início difícil nos Estados Unidos

Quando Jan chegou nos Estados Unidos, aos 16 anos de idade, com sua mãe e sua avó, ele não encontrou uma vida fácil.

Eles tiveram que lutar muito para sobreviver. Sua mãe foi trabalhar como babá e Jan conseguiu uma oportunidade de trabalho, para ser faxineiro em uma mercearia.

A situação piorou quando sua mãe descobriu que estava com câncer e faleceu.

A única opção era seguir a vida

Mesmo com a dor de ter perdido a mãe, Jan teve que seguir sua vida.

Trabalhando desde o ensino médio, ele começou a aprender sobre computadores. Jan dedicava todas as horas livres para aprender mais sobre a recente internet.

Aos 18 anos de idade, ele já tinha desenvolvido habilidades impressionantes.

O trabalho no Yahoo

Logo após entrar na faculdade, foi contratado pelo Yahoo, onde exercia a função de ser um engenheiro de infraestrutura.

Após atuar durante uma década na indústria, Jan percebeu que havia um mercado grandioso para aplicativos. Foi aí que ele e seu amigo de trabalho, Brian Acton, tiveram o interesse de se dedicar às mídias sociais, pelas quais tinham grande paixão. Mas trabalhando no Yahoo, não havia a oportunidade de explorar mais essa área.

Então, os amigos e colegas de trabalho, tomaram uma grande e difícil decisão. No ano de 2007, eles deixarem seus empregos, para embarcarem em um sonho.

A tentativa frustrada de viver coisas novas

Após a saída do Yahoo, os amigos viajaram durante um ano pela América do Sul. A viagem não foi a trabalho, e sim com o intuito de tirar férias prolongadas.

Ao retornar para os Estados Unidos, ainda tendo paixão pelas mídias sociais, eles resolveram se candidatar às vagas de emprego no Facebook e no Twitter. No entanto, ambos foram rejeitados.

A grande sacada

Impressionante história do criador do whatsapp
Brian Acton e Jan Koum – amigos e fundadores do aplicativo.

Em 2009, Jan Koum comprou um iphone e se deu conta do potencial que tinham os aplicativos disponíveis para Iphone.

Neste momento, nasceu a ideia do WhatsApp. Muito animado com o app, Jan chamou seu amigo Acton e eles iniciaram a empresa WhatsApp Inc.

No início de 2010, o app estava pronto para ser lançado. Mas assim como na grande maioria das novas empresas, as coisas não são nada fáceis. E com eles, também não seria.

Quando eles quase desistiram de fazer história com o WhatsApp

Muitos desafios tiveram que ser enfrentados para promover o aplicativo. Enquanto não tinha lucro com o negócio, eles trabalharam em restaurantes e passaram por alguns minúsculos escritórios, que alugavam para poder trabalhar no whatsApp.

Com isso, a frustração foi inevitável e Jan pensou em desistir. Mas para sua sorte, seu amigo e parceiro nos negócios, Brian Acton, o convenceu à tentar mais um pouco.

E que bom que isso ocorreu, pois como não haviam aplicativos semelhantes naquela época, o whatsApp foi se tornando conhecido e crescia mês após mês.

Em fevereiro de 2013, já haviam mais de 200 milhões de usuários ativos.

A venda de US$ 19 bilhões

Venda bilionária do whatsApp
Mark Zuckerberg comprou o WhatsApp por bilhões de dólares.

Por volta de 2014, o app já era muito popular em diversos países. Esse sucesso estrondoso despertou o interesse de Mark Zuckerberg, que o comprou, no mesmo ano, por uma quantia impressionante. O valor da compra foi em torno de US$ 19 bilhões.

Após a venda, o aplicativo continuou a crescer, tornando-se o app de mensagens mais popular do mundo. A base de usuários já era de um bilhão.

Bônus – 2 lições com a história do criador do WhatsApp

Nesta matéria, conhecemos sobre a história de um dos fundadores do WhatsApp, que sem dúvida, é impressionante e inspiradora.

Contudo, sabemos que as histórias são diferentes. Isso porque as pessoas possuem habilidades e sonhos distintos. Mas há lições que podem ser aprendidas, com a história de sucesso de todos que alcançaram seus objetivos.

No caso de Jan Koum, podemos destacar duas lições valiosas. São elas:

  1. Insista no seu sonho – Quando existe paixão naquilo que se faz, as coisas tem mais chance de darem cero. Isso ocorre pelo fato de haver mais motivação, entusiasmo e força para trabalhar, mesmo que os resultados não venham rápido. De fato, Jan quase abondonou o projeto do app. Mas é muito comum, haver frustração quando o esforço parece ser em vão. Só que ao pensar e refletir melhor, o sonho fala mais alto.
  2. Todos tem problemas – Será que a grama do vizinho é realmente mais verde? Talvez isso seja apenas o que muitos acham. Não importa a intensidade ou o número de problemas, o fato é que todos tem obstáculos diários. O que vai diferenciar é que algumas pessoas escolhem vencer todos os desafios da vida, enquanto outras são dominadas por eles.

Em conclusão, a história do criador do whatsApp é realmente inspiradora e serve de exemplo para todas as pessoas que querem alcançar vôos maiores.

Jan Koum
O co-fundador Jan Koum na sede do aplicativo.
Todos os dados aqui mencionados (incluindo valores) foram divulgados pela ABF, fornecidos pelas franqueadoras ou retirados da internet no momento da postagem desta matéria. Por isso, é imprescindível, que se faça contato diretamente com a(s) franquia(s) mencionada(s), a fim de confirmar as informações.