Como iniciar um negócio de venda de chocolates – Passo a passo

  • Compartilhe:
  • Publicado em
Chocolates de diversos tipos vendidos em uma loja de chocolates

Você pode se surpreender em saber que o chocolate, que tanto gosta de saborear, pode deixar não só o seu paladar, como também toda a sua vida mais doce. Pois montar um negócio de venda de chocolates pode ser um empreendimento lucrativo.

Alguns dados mostram o porquê uma chocolateria é considerada um bom negócio.

O mercado brasileiro de chocolate registra aumento no faturamento, ano após ano. De acordo com a Coabisco (Associação de chocolate, biscoitos e confeitaria francesa), o Brasil é terceiro maior mercado de chocolates do mundo. O chocolate fabricado em nosso país não só é consumido pelos brasileiros, como também é exportado para mais de 100 países.

Os brasileiros possuem um gosto bem versátil para este doce. O chocolate ao leite, meio amargo, amargo e o branco estão presentes no dia a dia dos apaixonados por esta delícia.

A procura por chocolates finos e doces especiais está crescendo, tanto que as lojas de chocolates importados e presenteáveis são cada vez mais comuns.

Mas há bastante espaço também para lojas com produtos populares e preços mais acessíveis, sendo possível empreender a partir de um investimento pequeno.

Então, apesar da concorrência feroz, há muitas oportunidades de embarcar nessa indústria em rápido crescimento.

Portanto, se você quer um pedaço desse grande mercado, confira como transformar sua paixão pelo chocolate em um negócio lucrativo.

6 passos para montar um negócio de venda de chocolates

1 – Conheça bem a região

Se você vai abrir um negócio de venda de chocolate artesanal, fino ou multimarcas, o primeiro passo é saber como é o mercado que te espera. E isso independe se você vai começar à vender na localidade onde mora ou em outra região.

Saber se as pessoas tem o perfil consumidor necessário é essencial. Além disso, por mais que não dê para evitar a concorrência, é importante perceber se ainda há espaço para mais um negócio de doces e chocolates.

Quando esses pontos não são observados antes, você pode se surpreender com a quantidade de concorrentes, ou descobrir que as pessoas não tem o poder aquisitivo compatível com os valores praticados por sua loja de chocolates importados.

Então, pesquise quem está vendendo esses produtos na região, qual é a média de preço e o público. Um bom plano de negócios começa aí.

Com base no que você constatar, pense no tipo de doces que serão bem aceitos.

2 – Determine um formato de negócio

Você quer montar uma loja, quiosque ou stand?

O formato de negócio escolhido está diretamente relacionado ao investimento para montar uma loja de chocolates, pois quanto maior a operação, maiores serão os custos para montar e manter a unidade.

3 – Pense nos custos de uma loja de chocolate

Porquinho rosa representando os custos para abrir uma loja de chocolatess

Conforme mencionado, o valor de investimento depende de uma série de fatores. De fato, o mais significativo é o formato do negócio.

Só para exemplificar, uma loja no shopping terá o aluguel superior ao de um pequeno stand em um centro comercial. E a diferença de custos vai além do ponto comercial, como por exemplo:

  • Quantidade de funcionários;
  • Tamanho do estoque inicial;
  • Se haverá uma cozinha própria ou os alimentos serão adquiridos prontos de fornecedores;
  • Embalagem para os doces e chocolates;
  • Mobiliário;
  • Suprimentos.

A boa notícia é que em um negócio deste tipo, você pode começar pequeno. E com o decorrer do tempo, crescer na mesma medida em que seu faturamento aumenta. Isso vai permitir que você consiga arcar com os custos.

Uma opção é aderir à um financiamento, caso você esteja com o intuito de montar uma grande operação ou não tenha economias para abrir um negócio.

4 – Legalize o seu negócio de venda de chocolates

Da mesma maneira como ocorre em qualquer tipo de empresa, é preciso estar de acordo com as leis vigentes no país.

Portanto, retire todas as licenças necessárias para tornar o seu negócio legal.

Por se tratar de uma empresa no setor de alimentação, sua instalação terá que passar pela inspeção da Vigilância Sanitária. Isso vai ocorrer não só na abertura, como também de forma contínua, assim como acontece em restaurantes.

5 – Dedique-se à divulgação

Abrindo um chocolate enquanto usa o computador para divulgar o negócio de venda de chocolates

Sem dúvida, o chocolate é um alimento muito popular. Mas com as inúmeras possibilidades no mercado, é preciso se esforçar para se destacar. Isso exige não apenas ter os produtos certos, mas também a habilidade para atingir o público-alvo.

Atualmente, há diversas opções de marketing com baixo custo (ou custo zero!).

Confira em seguida algumas ideias para vender seus produtos.

  • Anúncios inteligentes – A internet possibilita divulgar uma marca com custo reduzido. Mas sem uma pitada extra de criatividade, isso fica mais difícil. Então, pense em fazer um vídeo viral ou quem sabe criar um novo meme, onde a sua marca e os chocolates estarão presentes. De início, impulsione a publicação para que as pessoas conheçam. Se for interessante, essas mesmas pessoas vão compartilhar.
  • Presença forte nas mídias sociais – Não é preciso dispor de dinheiro para ter muitos seguidores (clientes em potencial) nas redes sociais. Mas para crescer sem mexer no bolso, é fundamental que haja dedicação. Manter os perfis nas redes sempre atualizados e pensar em postagens para gerar engajamento, são algumas das tarefas à serem feitas;
  • Venda em eventos – Uma nova tendência está aumentando os lucros de muitas empresas dessa área. É o buffet de chocolates e doces finos para casamentos, formaturas e festas em geral. Para alcançar esse público é recomendável se conectar com cerimonialistas, planejadores de eventos corporativos e outros fornecedores que possam indicá-lo.

6 – Coloque a mão na massa no seu negócio de venda de chocolates

O último passo não é apenas sobre como montar uma loja de chocolate, ou ter boas ideias para abrir o negócio e alcançar o sucesso.

O sexto item é sobre “fazer acontecer”. O empresário é o grande responsável para que a loja, que acabou de ser inaugurada, obtenha resultados satisfatórios.

Então, após ter escolhido os móveis para montar a loja de doces e chocolates, contratado uma equipe e preparado o marketing de inauguração, será a hora de trabalhar com afinco.

Determinação, motivação, foco, consistência e muitas horas de trabalho duro serão a base da receita para o sucesso.

Fotos de lojas de doces e chocolates para inspirar

Além de toda a parte burocrática, financeira e operacional do negócio, é importante se dedicar à criação da marca. E isso não se refere apenas à logomarca, mas também ao design do ambiente.

De fato, a decoração é um dos pontos principais de um negócio de venda de chocolate, pois é ela que vai mostrar aos clientes quem é a marca e como ela está posicionada.

Por isso, capriche na ornamentação da sua loja, quiosque ou stand. Em seguida, veja algumas fotos para inspirar.

Clique nas imagens para ampliar:

Franquias são boas opções

Provavelmente, se você está com o intuito de montar um negócio de venda de chocolates, é porque percebeu o potencial de crescimento do mercado. Mas para empreender é preciso se planejar financeiramente, contratar profissionais para te auxiliarem na abertura do negócio, procurar um ponto comercial adequado, contratar funcionários, elaborar sistemas para controle financeiro e operacional, entre outras questões.

Decerto, tudo isso vai demandar tempo, dinheiro e energia. No entanto, não significa que não vale a pena, só que algumas pessoas já descobriram nas franquias, uma maneira de abrir um negócio sem ter que se preocupar com todas as etapas que envolvem abrir um negócio.

As franquias possuem um modelo de negócio formatado, testado e consolidado. Isto é, o franqueador já trilhou o caminho que leva ao sucesso. Ele sabe como chegar lá e ensina aos seus franqueados à fazerem o mesmo que ele. De uma forma geral, podemos dizer que os principais benefícios em comprar um franquia de chocolate são:

  • Suporte pré e pós inauguração;
  • Apoio na escolha do ponto comercial;
  • Apoio na contratação de pessoal;
  • Transferência de Know How;
  • Fornecedores homologados ou fabricação própria;
  • Rede de relacionamento com outros franqueados, para troca de experiências;
  • Planejamento e execução de ações de marketing (nacional);
  • Custos iniciais definidos, para evitar surpresas desagradáveis, que possam comprometer a saúde financeira do negócio.

Se você quer saber como funcionam as franquias e quais são as marcas que atuam no franchising, veja diversas informações e a lista de franquias de chocolates para investir e faturar.

Conclusão

Com toda a certeza, o ramo de chocolates é cheio de oportunidades, apesar da concorrência acirrada.

Portanto, o chocolate pode sim deixar de ser apenas um alimento altamente saboroso, para tornar-se o seu sustento e o de sua família.

Então, tenha um plano de negócios bem definido. Seja um criado por você ou um já formatado e testado (caso a opção seja por franquias). Pois o bom planejamento do negócio vai favorecer o sucesso empresarial, uma vez que, você estará preparado para as situações típicas de um negócio e até mesmo para os imprevistos.

Em resumo, abrir um negócio de venda de chocolates pode ser uma forma doce e saborosa de ganhar dinheiro.

Todos os dados aqui mencionados (incluindo valores) foram divulgados pela ABF, fornecidos pelas franqueadoras ou retirados da internet no momento da postagem desta matéria. Por isso, é imprescindível, que se faça contato diretamente com a(s) franquia(s) mencionada(s), a fim de confirmar as informações.